A Aposta -21

Ela pegou sua bolsa, arrumou o cabelo se olhando no espelho, retocou o batom, e se virou pra mim dizendo, antes de sair:

-Arrume um jeito, de vocês se acertarem. Ela pode ser tudo de ruim que você está pensando nesse momento. Mas acredite, Noah, você e é mil vezes pior. E eu nunca, na minha vida, vi um casal tão perfeito quanto vocês dois.

Sasha me deu um beijo na bochecha, e saiu.

Fiquei um tempo digerindo aquilo tudo que ela falou, e logo depois, terminei de me arrumar e fui pra faculdade. Ia mais cedo porque queria adiantar uns trabalhos e provas.

Mas quem disse que eu conseguia tirar aquela garota da cabeça?

Eram por volta de 23h da noite, e eu finalmente saí de lá. Se bem que não foi tão pior quanto imaginei, porque pelo menos eu mantive minha cabeça ocupada –e bem longe de Gabriela. –

Estava saindo, ajeitando minha bolsa de lado, quando dou de cara com a condenada. Tá de sacanagem com minha cara, né? –pensei.

Parei de frente a ela, e não disse absolutamente nada. Apenas fiquei olhando na cara dela.

-Eu só queria conversar. Por favor. –Ela disse controlada, me olhando com piedade.

-Entra no carro.

Seguimos até lá em silencio, e quando entramos, a mesma coisa.

Cheguei em casa, subi, e assim que tranquei a porta e fomos em direção a sala, eu fiquei de pé e ela se sentou, começando a falar:

-Me perdoa, ta? Eu sei que isso foi a pior e mais infantil coisa que eu já fiz na minha vida, mas.. Eu não sei, eu não pensei que fosse ser difícil assim, sabe? Pensei que seria tipo, eu fingia que estava bêbada, você me levava pra cama, eu fazia aquele show no dia seguinte e pronto, acabou. A gente fazia a aposta e ficava naquilo. Sem sentimentos. Só sexo. Eu não imaginei me apegar a você, gostar de você.. eu não..

-Gabriela, não fala isso. –Eu interrompi, falando sério. –Não fale, ´´gostar de mim´´, ´´se apegar a mim´´, qualquer coisa referida a sentimento. Você é um monstro. Como que tem coragem de falar isso, se desde o inicio, só pensou em transar comigo pra não ser taxada como a virgem de 17 anos? Você tem noção do quanto você é FUTIL por pensar isso?

-EU SOU O MONSTRO DA HISTORIA? –Ela gritou, furiosa –EU? VOCE FAZIA A MESMA COISA, PELO QUE EU PERCEBI, PELO SEU JEITO, VOCE ERA DUZENTAS VEZES PIOR QUE EU, DO QUE VOCE ESTÁ FALANDO, GAROTO?

-NÃO MUDE AS SITUAÇOES! ESTAMOS FALANDO DO QUE VOCE FEZ COMIGO, E NÃO DO QUE EU FIZ PRA ESSAS GAROTAS! E FODA-SE ELAS! EU NÃO AMAVA NENHUMA, EU NÃO AMEI NENHUMA! NENHUMA, GABRIELA! AI CHEGA VOCE, PIRRALHA, E EU FICO DE QUATRO POR VOCE! EU FICO LOUCO POR VOCE! E VOCE FAZ UMA COISA NOJENTA DESSAS COMIGO! COMO VOCE PODE? –Eu gritei indo pra cima dela. –A MINHA VONTADE AGORA É DE TE ESMURRAR, GAROTA! VOCE NÃO TEM NOÇAO DO ÓDIO QUE EU TO SENTINDO!

Ela recuou, deixando só as lágrimas escorrerem pelo seu rosto.

-A GENTE NÃO TEVE NADA, NÓS NEM CHEGAMOS A SAIR, MAS, CÉUS, EU NUNCA ME APEGUEI A ALGUEM EM TÃO POUCO TEMPO, EM TÃO.. EM TÃO POUCO SENTIMENTO! VOCE TEM NOÇAO DISSO? TEM NOÇAO DO QUE FEZ COMIGO?

-VOCE ACHA QUE EU TAMBÉM NÃO TENHO SENTIMENTOS, NOAH? EU ME APAIXONEI POR VOCE, E, CARALHO, ISSO NÃO ERA PRA TER ACONTECIDO! –Ela finalmente disse, gritando e chorando.

-NÃO ERA PRA TER ACONTECIDO? TEM SENTIMENTOS? AH, A GAROTA QUE PLANEJAVA TIRAR A VIRGINDADE COM QUALQUER CARA DEPOIS CHUTA-LO ESTÁ DIZENDO QUE TEM SENTIMENTOS, OH MEU DEUS, QUE HUMANITÁRIA!

-MAS VOCE ACEITOU! VOCE ACEITOU, SEM SENTIMENTOS, SEM… VOCE ACEITOU, MEU DEUS, VOCE ACEITOU! –Ela gritava sem parar.

Segurei Gabriela pelos dois braços, e falei, deixando as lágrimas escorrerem pelo meu rosto também:

-Eu aceitei, porque eu vi inocência nos seus olhos. Eu realmente achei que poderia te ajudar, e achei que eu finalmente tinha achado a garota certa pra mim. Pensei que você fosse certa, por não querer ser rotulada como piranha. MAS É O QUE VOCE É! VOCE É UMA PIRANHA, GABRIELA! –Sacudi ela pelos seus braços –UMA PIRANHA! E SABE O PIOR DE TUDO? EU NÃO ESTAVA BEBADO NAQUELA NOITE! EU NÃO ESTAVA! EU ME LEMBRO DO SEU SORRISO, ME LEMBRO DA FORMA QUE FALAVA SOBRE VOCE DISCONTRAIDAMENTE, FALAVA SUAS BESTEIRAS, SEUS NAMOROS QUE NÃO DERAM CERTO, FALAVA CADA DETALHE SEU! EU ME LEMBRO, GABRIELA, EU LEMBRO. E SABE POR QUE EU FINGI QUE NÃO LEMBRAVA? PORQUE TINHA MEDO DE VOCE ME LARGAR E PENSAR QUE EU QUERIA ME APROVEITAR DE TI! MAS NO FINAL? O FINAL ERA VOCE QUEM QUERIA SE APROVEITAR DE MIM!

-Não precisa falar mais nada. Alias, nunca mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *