Nosso ritmo – 9

Stella:
-Mas eu juro que falei a verdade, Jane! 
Já estava escurecendo quando as meninas se juntaram todas no meu quarto e quiseram, desesperadas, saber o que tinha acontecido lá embaixo com o Austin. 
-Ok, Ariel, você acha que a Stella não sente mais nada, ABSOLUTAMENTE MAIS NADA pelo Butler? –Jane questionou Ariel, que penteava seus cabelos em frente ao espelho. 
-Tipo.. 
-É ÓBVIO QUE NÃO! –Brianna se levantou, suspirando –STELLA, ACORDA! Você gosta desse garoto! 
-É, não sei se é só pra você pegar ele uma vez ou outra porque ele deve ser bom de dar uns amassos –nós rimos –Mas você realmente gosta disso, Stella. –Rose resmungou.
-E pior, você vai descobrir isso tarde demais. –Jane ergueu a sobrancelha voltando a falar.
-Como assim tarde demais, Jane? O que vocês querem dizer com isso? 
As meninas se entreolharam por um tempo e aquele silencio acabou comigo. Algo nada bom estava por vir. 
Na mesma hora, Trayce entrou no quarto com uma cara não muito boa, e disse: 
-Meninas, será que eu posso conversar por um minuto com Stella? 
-Claro. –Todas disseram em coro e saíram do quarto bem rápido. 
-O que está acontecendo aqui, ein? 
-Josh sofreu um acidente. 
-Q-Que? Como assim? 
Eu me sentei novamente na cama, como se tivesse levado um choque. Josh era meu melhor amigo, um dos meus maiores parceiros nas nacionais de danças. Ele sempre dançava comigo as coreo’s de hip hop, rap, e etc. Ele era uma grande fonte de inspiração pra mim. 
-Ele estava voltando de uma festa com amigos, e você já deve imaginar o que aconteceu. Mas ele está  bem! –Trayce logo falou –Calma, ele está bem
-Meu Deus, Trayce! Que susto! Então o que há de tão grave?
-Ele não vai mais poder dançar. Por um bom tempo. Teve duas fraturas expostas na perna.. Ou seja, encurtamos as férias de vocês pra uma semana. 
-UMA SEMANA? É O QUE? –Gritei –COMO ASSIM? E QUEM VAI SER MEU PARCEIRO? 
-Dylan O’brian. Ele está numa turnê com a Carly Rae, como dançarino dela, e ele é ótimo. Ele chegou aqui em Boca Raton junto com o Austin! Nunca o viu com ele não? 
-Não. Nunca reparei. –Cruzei os braços, bufando. –Quem é esse garoto, Trayce? 
-Nós já conversamos e acertamos tudo, obviamente. Jasmine cuidou de tudo pra você no exato momento em que ela soube do acidente e precisou organizar tudo.. Enfim. Ele é um bom garoto, dois anos mais velho que você, é bonito… 
-Estou contratando ele profissionalmente, ok, Trayce? Quero que isso fique bem claro. 
-Claro, claro. –Ela deu uma ênfase que me deixou incomodada –Mas prosseguindo. Quero que vocês se encontrem o mais rápido possível pra acertarem as coisas, e verem as musicas que vocês vão ensaiar pras nacionais. Por isso as férias foram diminuídas, vocês vão começar a ensaiar aqui mesmo e logo voltarão pra Nova York, ensaiar lá. Ele precisa ficar pronto o mais rápido possível, Stella. 
-E o Josh? Em que hospital ele está? 
-Está em Washington. Ele está bem, quando voltarmos provavelmente ele estará até em casa. 
-OK. Ok.. E-Eu vou deitar um pouco, ta? Me deixe descansar. 
-Voce está bem? 
-Eu pareço bem? –Franzi o cenho, deitando e me virando pro lado contrário a Trayce. 
-OK então. Qualquer coisa que precisar me chame. 
Ela saiu do quarto e eu por um bom tempo fiquei sem ouvir vozes ou algo do tipo, mas rapidamente adormeci. 


Há males que vem para o bem, nao é mesmo?Mas voces verão que vão ser só alguns mesmo.Fiquem ligados: quarta-feira, às 20h tem mais!Besin, besin, Giulia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *