Como é morar em Sidney, a cidade mais multicultural da Austrália

Felipe, estudante de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e bolsista do programa Ciência sem Fronteiras na University of Technology Sydney, UTS, escreveu uma coluna no site Estudar Fora para  falar um pouco sobre a experiência na universidade

Oii, gente, tudo bem?! Hoje venho trazer para vocês esse depoimento incrível do jovem Felipe, que estudou na Austrália, e também o de Matheus Maia, entrevistado por mim para o site meuintercambio.net. Vamos conferir?!

Como é o ensino nas universidades em Sidney

“A metodologia de ensino utilizada na universidade é muito diferente do que eu estava acostumado no Brasil. Normalmente, as aulas da graduação são compostas por lectures – aulas expositivas compartilhadas com diferentes cursos de graduação da instituição – seguidas de tutorials, com um número reduzido de alunos, visando aprofundar o conteúdo explorado em sala de aula.

“A minha carga horária de aulas é menor quando comparada com a do meu curso no Brasil. No entanto, as atividades fora de sala, como a produção dos famosos essays, são maiores. Esta flexibilidade de horário permite que os estudantes tenham um part-time job para cobrir o custo de vida elevado de Sidney, além de estimular o aprendizado de forma autônoma e independente. – Felipe

Qualidade na educação

“A qualidade da educação australiana é reconhecida internacionalmente e o país possui várias universidades entre as melhores do mundo em diferentes rankings. A UTS, onde estudo, por exemplo, foi classificada como a melhor universidade australiana e a vigésima primeira colocada global entre as universidades com menos de 50 anos. Localizada no coração de Sidney, a UTS possui mais de 40 mil estudantes de graduação e pós-graduação de diversas partes do mundo. – Felipe

Matheus Maia é um brasileiro de 21 anos, que não se identificava com o urso que estava estudando no Brasil ou sua rotina.
Ao surgir uma oportunidade de fazer um intercâmbio na Austrália, o garoto não pensou duas vezes: foi estudar com os cangurus.

Perguntei ao Matheus como foi essa sua escolha, largar sua rotina e começar uma completamente diferente, como foi o início do processo.

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

Continue me acompanhando nas redes:

Instagram

Facebook

Youtube

COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *