Resenha: Quem sabe um dia

Oi, gente, tudo bem? Hoje eu trouxe para vocês uma resenha de uma das personalidades da TV que eu mais amo: a famosa LORELAI GILMORE!

Franny Banks é uma atriz lutando em Nova York, com apenas seis meses para o prazo de três anos que deu a si mesma para ser bem sucedida. Mas até agora, tudo o que ela tem para mostrar por seus esforços é uma única linha em um anúncio de camisolas feias de Natal e um emprego de garçonete degradante. Ela vive no Brooklyn, com duas companheiras de quarto, Jane – sua melhor amiga de faculdade, e Dan, um escritor de ficção-científica, que é muito, definitivamente não namorável. E está lutando por seus sentimentos por um cara suspeitamente charmoso de sua aula de atuação, tudo isso enquanto tenta encontrar um shampoo para seus cabelos que realmente funcione. (Skoob)

A autora desse livro é alguém que provavelmente vocês devem conhecer como a Lorelai Gilmore (mãe). Sim, a atriz de Gilmore Girls quem escreveu esse livro. Incrível, não é?!

SOBRE A AUTORA

Lauren Helen Graham (Honolulu, 16 de março de 1967) é uma atriz e escritora norte-americana. É conhecida pelo papel principal na série de televisão Gilmore Girls (br: Tal Mãe, Tal Filha), no qual interpreta Lorelai Gilmore. Lauren também foi uma das protagonistas do seriado Parenthood exibido pelo canal americano NBC. Atualmente, está na série Zoey’s Extraordinary playlist interpretando a chefe Joan. (Wikipedia)

É um livro um pouquinho grande, cerca de pouco mais de 300 páginas, mas muito bem detalhado. Uma coisa que eu amo em livros e que mais me chamou atenção neste foi o uso de desenhos, já que em boa parte do livro, no início dos capítulos Franny ilustra como vai ser o seu mês (com compromissos, etc), mostrando o cronograma em sua agenda – com rabiscos, desenhos. Eu amo esse tipo de coisa porque me faz sentir mais próxima daquele personagem.

Os capítulos não são muito grandes, é tudo muito bem descritivo. Só senti falta de um pouco mais de diálogos, mas fora isso, nada que atrapalhe muito a fluidez da leitura.

Crítica

Eu não vou mentir para vocês, apesar de amar a série da Netflix (da escritora desse livro), dá pra imaginar o porque do livro ser um pouco cansativo: o tanto que ela fala, é exatamente proporcional ao quanto ela escreve.
E ela fala muuuito!
Eu achei o começo do livro meio cansativo, quis desistir algumas vezes, mas confia em mim: na metade o livro fica MUITO interessante. E da metade pro final, foi questão de pouco tempo para eu devorar.

Os personagens são cativantes. É impressionante a descrição de cada uma, como cada personagem tem sua personalidade bem definida, traços bem marcantes. Você, desde o começo da história, começa a perceber isso e já escolhe seus favoritos. Prometo.

Apesar de toda “encheção de linguiça” que notei ao longo do livro, muita coisa que eu teria deixado de fora, descartado mesmo, eu super indico. É interessante também porque ela explora bastante essa questão da garota que quer seguir os sonhos dela, mas trabalha com prazos e se não der certo o que ela quer, vai aceitar o fato e partir “pro plano B”.

É interessante também porque a autora explora bastante esse mundo de show business, de atrizes, e acaba ensinando bastante para quem está lendo o livro e não entende nada sobre o assunto, quem não faz parte desse mundo.

De 0 a 10, 9.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *