A Aposta – 20

Uma terrível enxaqueca me despertou. 
Abri os olhos devagar conforme a claridade e quando peguei meu celular em cima da mesinha, vi eram 15h. Perdi metade da minha sexta feira. 
E ainda por cima, faltei a faculdade ontem. 
Me virei aos poucos na cama quando vi Sasha ao meu lado, dormindo. 
Céus. 
Eu não me lembrava de nada da noite passada. 
Ela pelo menos não vai criar caso e pedir pra que eu namore com ela. É. Pelo menos. Levantei-me com cada parte do meu corpo dolorida, parecia que eu tinha levado uma surra de um time de futebol inteiro. Deixei a água gelada percorrer por cada parte do meu corpo, e tentar levar aquela raiva que eu sentia ainda.
E a saudade.. 
Droga, cara. Por que essas coisas tinham que acontecer? 
Por que eu finalmente, não podia achar a garota certa pra mim, e pronto, tudo ficar bem? 
Ah, é claro, porque não existe a garota certa. 
Troquei de roupa, e assim que cheguei no quarto, Sasha já trocava de roupa. 
-Ué, já vai? 
-Sim. Perdi a hora e eu tenho que voltar pra casa. 
-Ahn. 
Coloquei a mão nos bolsos, ajeitando a toalha ao redor do pescoço e fiquei olhando ela enquanto a mesma colocava sua roupa. 
-Escuta, Noah.. –Ela disse em uma voz apelando, e se aproximando. –Você precisa se consertar com essa garota.
-Que? –Franzi o cenho. 
-É. Noah, escute, eu conheço você ha muito tempo. E eu nunca, na minha vida, vi voce da forma que estava antes. –Ela viu minha cara pra ela, e então perguntou –Você não se lembra de nada da noite passada, não é? –Assenti –Você bebeu até não poder mais no bar, e só ficou falando dela. Falou, falou, falou e falou dela. Falou coisas que não eram necessárias, enfim, você fez um show emocional. Logo depois, eu finalmente te arrastei pra esse quarto, e na hora, SÓ GRITAVA PELO NOME DELA, NOAH! 
-Ela acabou comigo, Sasha. Ela é só uma garotinha, mas.. mas como ela foi capaz de fazer isso comigo? –Me sentei na cama, fitando o chão. 
-Sabe o que é pior pra você admitir? Querendo ou não, ela fez com você o que você faz com as garotas. Mais novas, mais velhas.. Todas. É isso que você faz, está sentindo isso ai dentro, agora? É o que todas sentiram quando você inventou uma desculpa esfarrapada pra que elas saíssem correndo do seu quarto, quando você traiu elas pra que elas finalmente largassem do seu pé, quando você fez TANTA tramóia pra ser ver livre delas. 
Eu queria chutar, destruir, acabar com tudo. Tudo. 
Eu sentia tanto ódio, e eu não queria estar ouvindo aquilo, mas o pior de tudo era que eu sabia que era verdade. 
A mais dolorosa e amarga verdade.
-Eu sei que.. Que ninguém merece isso, e essa garota, nossa, ela merece um premio. –Sasha riu, debochada –Porque ela não precisou te conhecer pra saber que você é um galinha e FINALMENTE fazer essa aposta e essa tramóia ai. Ela simplesmente, fez. Simplesmente, esperou o cara que ela achava que cairia nessa. E dai, você apareceu. Isso é intrigante, sabia? 
-Intrigante? Você agora está achando APLAUSIVEL o que ela fez? –Levantei-me transtornado com aquelas palavras inúteis que Sasha já dizia –QUAL SEU PROBLEMA, GAROTA? Ela é só uma pirralha, PODIA SER QUALQUER, CARA! E você sabia o que ele teria feito ao descobrir isso? Ele podia ter ESTUPRADO ELA, ENGRAVIDADO ELA! Matado ela! Tem noção? Você.. você tem noção? 

-Podia, mas não foi. Foi você. E meu querido, nada acontece por acaso. Cada um tem o que merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *