• Intercâmbio de idiomas na França? Conheça: ferramenta lista cursos curtos de francês

    Para ajudar quem quer estudar francês na França, berço do idioma, o Campus France desenvolveu uma ferramenta online para “filtrar” os cursos mais interessantes de acordo com o perfil de cada candidato.

    Oii, gente, tudo bem?! Hoje venho trazer para vocês essa matéria super interessante do site Estudar Fora, e além disso, uma entrevista que fiz com uma estudante para o site meuintercambio, que possui experiência no país para contar!

    O catálogo de cursos, que está disponível no site da instituição, elenca cerca de 300 opções em diferentes regiões da França. O foco da ferramenta são os de curta duração e que se estendam por no mínimo uma semana. Como a ferramenta considera o calendário letivo francês, o candidato pode filtrar os programas em dois períodos. O primeiro, de verão, vai do mês de abril até outubro, e o de inverno inclui aqueles que acontecem entre novembro a março.

    Para os que esperam complementar o aprendizado do idioma com uma atividade extra, é possível buscar por categorias, como “moda” e “gastronomia”. Há, por exemplo, cursos voltados para escrita na Sorbonne, em Paris, assim como programas que mesclam aulas de francês e de culinária em Montpellier.

    Também há cursos voltados a áreas específicas de atuação, a exemplo de engenharia e hotelaria, bem como opções que oferecem certificação no idioma, como DELF e DALF. Não há nível mínimo de proficiência em francês e a lista abrange desde cursos introdutórios até os de nível avançado.

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Ler livros online, de graça

    Sites/apps para ler e baixar livros de graça

    Oii, gente, tudo bem?! Hoje venho trazer para vocês alguns sites e apps nos quais vocês podem ler livros de graça, baixar. Sei que não é o ideal, e que não ajudamos os autores dessa forma, mas as vezes estamos com o “bolso apertado” e tudo o que a gente precisa é de um livro, né?! Então, confira!

    SCRIBD

    Descobri essa plataforma recentemente, e, graças aos “30 dias gratuitos” que ela oferece, me apaixonei e pude ler um livro que queria muito, de graça. É um acervo digital de livros, revistas, livros didáticos! Tudo o que você possa imaginar existe aqui.

    Mas somente cuidado se for fazer o pagamento para continuar a ter acesso aos conteúdos: o valor é em dólar.

    LELIVROS

    Particularmente, é meu site favorito: você consegue baixar, gratuitamente, o livro em PDF, E-PUB ou outras versões.

    READPRINT

    Acervos de livros online, em inglês! Gratuitos.

    Gostaram? Conhecem algum outro site que possamos ler online, gratuitamente? Compartilhem!

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Como é morar em Sidney, a cidade mais multicultural da Austrália

    Felipe, estudante de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e bolsista do programa Ciência sem Fronteiras na University of Technology Sydney, UTS, escreveu uma coluna no site Estudar Fora para  falar um pouco sobre a experiência na universidade

    Oii, gente, tudo bem?! Hoje venho trazer para vocês esse depoimento incrível do jovem Felipe, que estudou na Austrália, e também o de Matheus Maia, entrevistado por mim para o site meuintercambio.net. Vamos conferir?!

    Como é o ensino nas universidades em Sidney

    “A metodologia de ensino utilizada na universidade é muito diferente do que eu estava acostumado no Brasil. Normalmente, as aulas da graduação são compostas por lectures – aulas expositivas compartilhadas com diferentes cursos de graduação da instituição – seguidas de tutorials, com um número reduzido de alunos, visando aprofundar o conteúdo explorado em sala de aula.

    “A minha carga horária de aulas é menor quando comparada com a do meu curso no Brasil. No entanto, as atividades fora de sala, como a produção dos famosos essays, são maiores. Esta flexibilidade de horário permite que os estudantes tenham um part-time job para cobrir o custo de vida elevado de Sidney, além de estimular o aprendizado de forma autônoma e independente. – Felipe

    Qualidade na educação

    “A qualidade da educação australiana é reconhecida internacionalmente e o país possui várias universidades entre as melhores do mundo em diferentes rankings. A UTS, onde estudo, por exemplo, foi classificada como a melhor universidade australiana e a vigésima primeira colocada global entre as universidades com menos de 50 anos. Localizada no coração de Sidney, a UTS possui mais de 40 mil estudantes de graduação e pós-graduação de diversas partes do mundo. – Felipe

    Matheus Maia é um brasileiro de 21 anos, que não se identificava com o urso que estava estudando no Brasil ou sua rotina.
    Ao surgir uma oportunidade de fazer um intercâmbio na Austrália, o garoto não pensou duas vezes: foi estudar com os cangurus.

    Perguntei ao Matheus como foi essa sua escolha, largar sua rotina e começar uma completamente diferente, como foi o início do processo.

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Resenha: O sol também é uma estrela

    Sinopse:

    Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

    Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.

    O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

    Crítica:

    Escrevo essa resenha um dia após ler o livro. É o correto a se fazer, digo. Mas com a correria, e meus dias atfarefados, acabo sempre fazendo resenha do que leio depois de dias e até um mes depois.

    Mas esse livro merece uma resenha “a flor da pele”, com tudo o que senti, durante o livro todo, fresco na memória ainda para que voces conheçam cada detalhe.

    Bom, primeiro de tudo, preciso ser sincera: o livro não me prendeu até mais ou menos a página 30. Ele tem diversas perspectivas – dos personagens principais, de secundários, terciários… – então isso me fez ficar meio confusa no começo.

    Mas depois que os pontos de vistas se estabilizaram e mais coisas a respeito da história começaram a ser contadas, entendi. Entendi tudo. E foi lindo.

    Um livro que vai explorar duas culturas e trajetórias importantíssimas: A Jamaicana, pela pele de uma mulher negra nos EUA, e a Coreana, pela pede de um branco oriental nos EUA.

    Os capítulos são curtos, são rápidos -288 pags só de livro- e os pontos de vista dos personagens, o modo como o passado deles foi explorado… foi tudo incrível, incrível demais. E importante.

    De 0 a 10, 10.

  • Sites e apps que podem ajudar na organização dos seus estudos

    Os sites e apps que já testei, e que funcionaram na organização dos meus estudos e tarefas.

    Oii, gente, tudo bem?! Hoje venho trazer para vocês algumas dicas de organização! Espero que gostem!

    NOTION

    Acho que esse precisa ser o primeiro site/app da lista porque é incrível demais, e te permite muitas possibilidades: é um site que você organiza diversos tipos de tarefas, em diversos tipos de “pastas”, como se fossem posts de um site.

    Dessa forma, você consegue, por exemplo, em uma pasta de organização de tarefas domésticas, fazer uma lista para dar “check” no que já foi concluído. E, em uma pasta de organização de aulas/horários, colocar um calendário.

    Incrível, né?! Vou deixar aqui pra vocês um vídeo que ensina a usar o NOTION!

    TRELLO

    Esse a maior parte das pessoas já conhecem, ou já utilizaram para o trabalho, pelo menos. Ajuda a criar listas e ir “arrastando” a tarefa para diversos tipos de lista. Bem interessante, também!

    Vou deixar aqui pra vocês um vídeo que ensina a usar:

    Agora, precisarei fazer uma “propaganda gratuita”: No caso, do

    Caderno Inteligente.

    Vi bastante gente usando esse novo caderno que surgiu no mercado, comprei um e me apaixonei completamente. Ele vem com a proposta de um fichário: poder soltar as folhas, mudar a ordem delas, esse tipo de coisa. Tem cada capa linda, as folhas são resistentes e não rasgam com facilidade, e, você pode comprar só refil de folhas, se quiser.

    Dá uma espiadinha aqui, também:

    Essas foram as formas que encontrei de me organizar recentemente com meus estudos e trabalho! Gostaram?!

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Boa notícia: vistos para estudantes brasileiros voltam a ser emitidos após pressão

    Situação volta a ser regularizada após meses de atraso e pressão das universidades, dos intercambistas e da Brasa (Brazilian Student Association).

    Oii, gente, tudo bem? Hoje venho trazer essa matéria incrível do site Estudar Fora. Confira as questões sobre os vistos que antes estavam sendo atrasados.

    No dia dia 26 de abril, o departamento de Estado norte-americano incluiu alunos do Brasil na categoria NIE (Exceções de Interesse Nacional), que permite a entrada direta no país sem a necessidade de entrevista e dos 14 dias de quarentena. Desde o ano passado, centenas de brasileiros que conseguiram bolsas de estudo ou foram aprovados em universidades norte-americanas aguardavam o agendamento das entrevistas para emissão dos vistos. 

    Entretanto, devido à situação brasileira, há meses as embaixadas estadunidenses cancelavam as entrevistas presenciais, até então necessárias para emissão do visto. “Tem estudante que marcou sete entrevistas diferentes e todas foram desmarcadas”, conta Rafael Monteforte, CEO da Brasa. Alguns alunos chegaram a ir para países como Chile e Equador, na tentativa de conseguir os documentos. 

    Até o ano passado, as universidades dos EUA mantiveram as aulas remotas durante o isolamento social. Entretanto, com o rápido avanço da vacinação no país, as instituições deram como certo o retorno das aulas presenciais no segundo semestre de 2021 – e início do ano letivo. 

    A mudança fez com que grande parte dessas universidades exigissem o retorno dos alunos para as aulas presenciais, com risco de perderem as vagas e bolsas caso não retornassem. A situação gerou um mal-estar que durou meses entre estudantes e o Itamaraty.

    No último dia 21 de abril, um grupo de mais de 1100 alunos, com apoio da Brasa, enviou uma carta ao Itamaraty pedindo ajuda. Paralelamente, a Associação de Universidades Norte-Americanas e outros consórcios estudantis estadunidenses assinaram uma carta para o Congresso norte-americano pedindo a liberação e vistos especiais para os alunos internacionais.

    “As universidades sempre se colocaram ao lado dos estudantes”, conta Rafael. Entre os argumentos utilizados para solicitar a abertura de fronteiras, está o grande impacto econômico negativo no sistema educacional superior do país. “Estudantes internacionais movimentam quase 45 bilhões de dólares ao ano na economia americana”, explica.

    No documento emitido pelo departamento de Estado norte-americano, conta que com a inclusão na categoria NIE, “brasileiros que tiverem visto de estudante válido (categorias F e M) e iniciarão os estudos a partir ou depois de 1º de agosto de 2021, poderão viajar ao país sem consultar a Embaixada ou os Consulados no Brasil”.

    Ótima notícia, certo?! Espero que tenham gostado do post!

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Resenha: PS ainda amo você

    Sinopse:

    Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.

    Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

    Crítica

    Que livro incrível.

    Leve, rápido -304 pags que voce devora em uma semaninha só, prometo-. Jenny Han nos tira o folego de novo, e nos faz apaixonar de novo – e dessa vez, por novos personagens -, em mais um livro da trilogia Para todos os garotos que já amei.

    O livro não conta com muitas novidades, nem elementos surpresa, é apenas uma extensão do livro I, com um novo personagem e novo conflito, sem muita novidade, admito.

    Mas acontece que… bem, eu amo um romance clichê, de verdade. Foi lindo ler isso tudo de novo, nesse universo incrível que é o livro.

    O que mais me chamou atenção – e me fez gostar-, foi a autora nos ambientizando na questão da cultura corena: mais elementos e mais um enredo para nos mostrar o que há além do que a gente conhece, do que a gente imagina.

    De 0 a 10, 10.

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Meus apps favoritos de foto e vídeo

    Os melhores apps para editar foto e vídeo

    Oii, gente, tudo bem?! Hoje trago para vocês um post mostrando um pouquinho sobre meus apps favoritos para fotos e vídeos, confira!

    Pics Art

    Ótimo para fazer montagens como essa acima. Dá pra fazer montagem com +1 foto, colocar adesivos, cortar e apagar elementos de fotos (e fundos também)! Uso esse app há muito tempo, e até hoje, é ele que continuo usando vez ou outra para me socorrer.

    É gratuito e tem na App Store, ou Google Store.

    Lightroom

    Esse, definitivamente, é meu queridinho! Eu amo usá-lo para editar minhas fotos. Baixo os chamados presets (que são kits de efeitos) e uso vários diferentes.

    Se você não sabe como aplicar um preset nas fotos do lightroom, pode conferir aqui nesta thread no Twitter.

    É gratuito para Android e iPhone também.

    InShot

    Meu aplicativo favorito de todos os tempos para editar vídeos! É rápido, fácil de mexer e você consegue fazer umas edições bem bacanas: cortando o vídeo, inserindo foto, música, etc.

    É gratuito para Android e iPhone também.

    E vocês, já usam alguns destes apps? Tem outros para indicar?! Espero que tenham gostado.

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • ÚLTIMOS DIAS: Fundação Boustany oferece bolsas para MBA em Harvard

    A Boustany Foundation, uma fundação suíça dedicada à promoção do talento jovem, está com inscrições abertas para bolsas de estudo para MBA em Harvard

    Oi, gente, tudo bem? Encontrei essa oportunidade incrível, postada pelo Estudar Fora, para estudar em uma das melhores universidades do mundo, e decidi trazer pra vocês! Mas ATENÇÃO as inscrições só vão até 31 de maio de 2021.

    SOBRE A BOLSA DE ESTUDOS:

    A bolsa cobre US$ 51.100 anuais das taxas do programa de Harvard (num total de US$ 102,2 mil pelos dois anos) e £ 30 mil das taxas do programa de Cambridge (que só tem um ano). Além disso, as despesas de acomodação e viagens relacionadas ao estágio ficam sob a responsabilidade da Fundação Boustany.

    Como se candidatar às bolsas de estudo para MBA


    Para participar, candidatos devem apresentar uma trajetória de mérito, excelente desempenho acadêmico e nunca ter feito um programa de MBA. Embora a candidatura seja aberta a pessoas de qualquer parte do mundo, candidatos de descendência libanesa terão prioridade.

    Parece que você tem muito tempo, mas não é bem assim. Isso porque para candidatar-se, você tem que ter sido aceito por:

    Harvard MBA: Harvard Business School (dois anos)

    Para concorrer às bolsas, é necessário enviar CV (com foto), pontuação no GMAT e carta de aceitação da universidade para o e-mail admissions@boustany-foundation.org.

    Uma lista de candidatos pré-selecionados será chamada para entrevistas com membros da fundação.

    Como contrapartida, os bolsistas selecionados devem fazer um estágio não remunerado de dois meses junto à Fundação Boustany. Os projetos são variados e estão relacionados às atividades da fundação ou de seus parceiros, e as despesas de viagem e alojamento durante o estágio serão cobertas pela fundação.

    Gostaram?! Incrível essa oportunidade, não?! Corram e se inscrevam logo!

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!

  • Resenha: Talvez um dia

    Sinopse:

    Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex-melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento… Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido.

    Sydney encontra abrigo na casa de Ridge, um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

    Crítica

    Meu Deus, Colleen Hoover! É assim que começo essa resenha. Meu Deus. É um romance com aspectos completamente diferentes dos que eu já li, na minha vida. Eu não gosto de soltar spoiler nas resenhas, então vou apenas dizer dessa forma pra que vocês tenham a mesma surpresa -deliciosa, inclusive – que tive, ao começar a ler esse romance.

    De qualquer forma, vou me ater aos detalhes mais básicos: personagens incríveis. Se tem algo que eu amo quando o autor do livro faz, é descrever o passado dos personagens, entendermos quem é quem, de onde vem, e porque faz o que faz. O livro, o tempo inteiro, te arranca suspiros. É sério. Você vai montando mini peças de quebra-cabeça na sua mente, com tudo o que vai acontecendo. É delicioso.

    Com 368 páginas é um livro para se ler, e entender que por mais que julgamos e falamos dos outros, “nosso telhado é de vidro”, entende o que quero dizer?!

    É um romance rápido, leve (mas não tão leve assim). Inclusivo, importante!

    É isso que tenho pra falar nessa resenha.

    É incrível. De 0 a 10, 10!

    ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG para receber no seu e-mail, e-mails quinzenais com as novidades do Café, e com antecedência os posts que sairão no site. Além disso, você também recebe novidades/promoções de sites, e do mundo da Comunicação!

    Continue me acompanhando nas redes:

    Instagram

    Facebook

    Youtube

    COMPRE MEU LIVRO! Disponível na versão física e e-book!